Evangelho Quotidiano

21. February 2020 : Sexta-feira da 6ª semana do Tempo Comum
S. Pedro Damião, bispo, Doutor da Igreja, +1072
dailygospel_logo
Carta de S. Tiago 2,14-24.26.

Irmãos: De que serve a alguém dizer que tem fé, se não tem obras? Poderá essa fé obter-lhe a salvação?
Se um irmão ou uma irmã não tiverem que vestir e lhes faltar o alimento de cada dia,
e um de vós lhes disser: «Ide em paz. Aquecei-vos bem e saciai-vos», sem lhes dar o necessário para o corpo, de que lhes servem as vossas palavras?
Assim também a fé sem obras está completamente morta.
Mas dirá alguém: «Tu tens a fé e eu tenho as obras». Mostra-me a tua fé sem obras, que eu, pelas obras, te mostrarei a minha fé.
Tu crês que há um só Deus? Fazes bem. Também o crêem os demónios, mas enchem-se de terror.»
Queres tu saber, ó homem insensato, como é que a fé sem obras é estéril?
Não foi porventura pelas obras que Abraão, nosso pai, foi justificado, quando ofereceu sobre o altar o seu filho Isaac?
Repara que a fé cooperava com as suas obras e que, pelas obras, a sua fé se tornou perfeita.
E assim se cumpriu a Escritura que diz: Abraão acreditou em Deus e isso foi-lhe contado como justiça, e foi chamado amigo de Deus.
Vedes, pois, como o homem fica justificado pelas obras e não somente pela fé.
Assim como o corpo sem alma está morto, assim também a fé sem obras está morta.

Livro de Salmos 112(111),1-2.3-4.5-6.

Feliz o homem que teme o Senhor
e ama ardentemente os seus preceitos.
A sua descendência será poderosa sobre a terra,
será abençoada a geração dos justos.
Haverá em sua casa abundância e riqueza,
a sua generosidade permanece para sempre.
Brilha aos homens retos, como luz nas trevas,
o homem misericordioso, compassivo e justo.
Ditoso o homem que se compadece e empresta
e dispõe das suas coisas com justiça.
Este jamais será abalado;
o justo deixará memória eterna.

Evangelho segundo S. Marcos 8,34-38.9,1.

Naquele tempo, Jesus chamou a multidão com os seus discípulos e disse-lhes: «Se alguém quiser seguir-Me, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-Me.
Na verdade, quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; mas quem perder a vida, por causa de Mim e do Evangelho, salvá-la-á».
Na verdade, que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua vida?
Que daria o homem em troca da sua vida?
Portanto, se alguém se envergonhar de Mim e das minhas palavras no meio desta geração infiel e pecadora, também o Filho do homem Se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai, com os santos Anjos».
Jesus declarou-lhes ainda: «Em verdade vos digo: Alguns dos que estão aqui presentes não morrerão, sem terem visto chegar o reino de Deus com o seu poder».

«Quem perder a vida por causa de Mim e do Evangelho salvá-la-á»
Santa Gertrudes de Helfta (1256-1301), monja beneditina

Exercícios VII, SC 127

Ó morte caríssima, tu és a minha feliz herança. Que em ti a minha alma encontre um ninho, que as tuas correntes me envolvam por completo. Ó morte, vida eterna, que eu espere sempre as tuas asas. Ó morte salutar, que a minha alma encontre a sua morada salutar nos teus bens excelentes. Ó morte preciosa, tu és a minha maior riqueza. Absorve em ti toda a minha vida, engole em ti a minha própria morte.

Ó morte que trazes a vida, pudesse eu fundir-me sob as tuas asas. Ó morte de onde provém a vida, faz que uma doce chispa da tua ação vivificante arda em mim para sempre. Ó morte cordialmente amada, tu és de meu coração a confiança espiritual. Ó morte amante, em ti estão contidos todos os meus bens; toma-me, eu te peço, sob a tua proteção benévola, a fim de que, à minha morte, eu repouse docemente à tua sombra.

Ó morte misericordiosa, tu és a minha vida feliz. Tu és a minha melhor herança. Tu és a minha redenção sobreabundante. Tu és o meu dom mais precioso. Envolve-me por completo em ti, oculta em ti toda a minha vida, em ti sujeita a minha morte. Ó morte cordialmente amada, guarda-me em ti para sempre, na tua caridade paterna, como aquisição e possessão eternas.

Kontakt Sassenberg

Pfarramt Sassenberg
Pfarrer Andreas Rösner

Fr. Susanne Schlatmann
Langefort 1
  02583 - 300 310
Öffnungszeiten: 
Mo., Di, Do. + Fr:.   9.00 – 12.00 Uhr
Mo. – Mi.:  15.00 – 17.00 Uhr

  Mail an das Pfarramt senden...

Kontakt Füchtorf

Pfarrbüro Füchtorf
Pastor Norbert Ketteler

Fr. Martina Wiegert
Kirchplatz 3
  05426 - 93 30 93
Öffnungszeiten: 
Mo. + Mi.:  9.00 – 11.00 Uhr
Do. 15.00 – 17.00 Uhr

Mail an das Pfarrbüro senden...

Anmeldung (Intern)